ENTRE O MODERNO E O PÓS-MODERNO…

Entre o moderno e o pós-moderno…

(Autoria: SÔNIA MOURA) 

                                                                         PÓS-MODERNO
Enquanto os modernistas eram a imagem da EXALTAÇÃO, os pós – modernos são a própria EXAUSTÃO.
A arte Moderna tem total liberdade criadora, é inovadora; a arte Pós – Moderna tem isto e muito mais, por esta razão foi ”batizada” como ANTIARTE. A primeira caracteriza-se pela INTERPRETAÇÃO; a segunda, pela APRESENTAÇÃO.
Antes, o Modernismo hermético afasta inicialmente o público; agora, o Pós –Moderno pasticheiro convida o público a participar desta apatia, convida-o a sentar-se na cadeira de balanço.
O Modernismo precisa de afirmação para os seus conceitos e para a sua arte, o Pós-Moderno não quer auto – afirmar – se ou afirmar nada e ele nada – tudo quer; todos são bem – vindos, esta é a ordem da desordem.
A fantasia, o exagero, o humor sempre são boas companhias para o artista Pós – Moderno, que é um seduzido; o artista Moderno tinha pretensão de sedutor.
O poeta Moderno queria a linguagem do cotidiano, o Pós-Moderno é a linguagem coloquial, cotidiana ou, até mesmo, clássica.
Os modernistas entrincheirados bradam, levantam bandeiras, escandalizam, cutucam a consciência, se aprofundam no inconsciente; os pós-modernos não gritam, não carregam sequer pequenas flâmulas, não escandalizam nem se escandalizam.

(Autoria SÔNIA Moura)

2 comentários sobre “ENTRE O MODERNO E O PÓS-MODERNO…

  1. Lary disse:

    ola Sonia eu estava procurando algo sobre o modernismo para colocar no meu trabalho de escola um slide posso colocar suas palavras e seu nome? obg dês d ja

Deixe uma resposta para Lary Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *