Site oficial da escritora Sônia Moura

Livros Poesias

LUZES

O sol caminha pelos corpos indecentemente libertino, doura peles, cria imagens em olhos invisíveis, desperta sonhos, veste fantasias, faz-se poeta e escreve um poema, beija corpos deitados na areia, brinca com as ondas do mar, depois, vai-se embora, porque outra luz está por chegar   (Da obra: POEMAS EM TRÂNSITO)      

Ideias

A moça e o guarda-chuva vermelho

  Chovia no Rio de Janeiro, mas o calor continuava e ela seguia apressadamente. A passos largos e rápidos, Mariana, com o seu guarda-chuva vermelho, seguia em busca sabe-se lá de quê. Numa esquina de Copacabana, Galbério, o irrecuperável conquistador, viu a moça, admirou seu andar apressado e o guarda-chuva vermelho, como a paixão. Galbério …

Ideias

Tecendo o amor

Li essa afirmativa em algum lugar: A quantidade de fios num tecido é determinada pela soma dos fios no sentido vertical (urdume) e horizontal (trama), quanto maior a quantidade de fios num tecido, mais delicado e suave ao toque ele será, pois os fios serão mais finos e delicados. E não será assim o amor, …

Ideias

A FACE OCULTA

  Na roda da vida, há linhas e estradas, estas são forças que se apresentam a nós e nos convidam a seguir por elas. Embora aparentemente embaralhadas, há nelas uma ordem e movimentos misteriosos que permitem a ida e, na maioria das vezes, o regresso do indivíduo. Esta ordem louca dentro da desordem, este labirinto …

Ideias

ACALANTO

ACALANTO Sossega teu sonho em meu regaço Que ainda há tempo para o amor – É tarde, dizes assim Meio sonolento, Peito cheio de dor, Alma ao relento… Deixa nascer em ti Um novo rebento Acorda teu dia Enrosca tua esperança E teu cansaço Em minha alma ardente Esquece o mundo lá fora Ele mente… …

Livros Poesias

PODEROSA DEUSA

PODEROSA DEUSA Encontrei Atena Com as antenas ligadas E ela me falou assim: – É por isso que Quando alguma coisa me enerva, Quem não sabe da minha história, Insiste em me chamar de Minerva Veja bem, nasci em toda a glória, Sou filha de Zeus e Métis Que, transformada em mosca morta, Minha mãe …

Livros Poesias

SEXO DO BOM

Fazer sexo é fácil, Se for apenas para a procriação   Mas o sexo prazeroso Aquele que é bem gostoso Depende de toques e retoques E nada de não me toques Só não vale levar A tristeza a reboque   É preciso ter tesão, É preciso ter paixão, É preciso entregar alma, E o corpo, …

Livros Poesias

LABIRINTOS

LABIRINTOS (por Sônia Moura)   Quando os homens que carregaram meus móveis pesados Saíram lá de casa As marcas de seus sapatos enlameados E de seus passos apressados Marcaram fortemente o meu chão Criando labirintos na minha imaginação   Quando o homem que eu amei por tanto tempo Saiu da minha vida Todas as nossas …