IMAGENS

 IMAGENS

 

IMAGENS  (Autoria: Sônia Moura)

 

Até hoje

Ouço você dizer

Na concha

Troncha

Do meu ouvido:

 

– Quando tu te pões  entre meus seios

Oh!

Mil liberdades

Se instalam

Em nossos céus !

 

Então, ao ouvir os teus gemidos, eu,

Menino vadio,

Me aninho

Neste ninho

Quente

Ardente

Que me deixa

Demente,

Menino indecente,

A viajar

Por tuas montanhas

Por tuas entranhas

Embarco em navios

Em espaços vazios

Navegando por teus mares

Por todos os teus lugares

Onde se esconde Eros,

Menino libidinoso,

Que  finge recato

Pintando um retrato

De uma abelha

Penetrando a flor

Nos instigando

A subir aos céus

A inundar a terra

Com leite e mel

Em meio a pecados

Rasgados

Molhados

Com gosto

De brigadeiro

Que eu,

Menino arteiro,

Me lambuzo

Devoro

Repito

Nos gestos

De amor

E, com o mais manso furor,

Penetro o miolo

De tua saborosa flor

Embarcando em teus sonhos

De sussurantes gozos

Maviosos

Gostosos

A encher nossa alcova

Com palavras

Febris

Gentis

E eu,

Menino encantado,

Levito ao luar

Visito as estrelas

Me solto ao vento

Fujo do relento

Beijo mil fadas

Abraço mil duendes

Escuto um sino

Agora,

Sou um menino contente,

Namoro o silêncio

E só ouço tua voz

A me dedilhar a alma

Agora quieta

Aninhada

Nos braços dos deuses

A contemplar teu corpo

Exausto de amar

Sorrindo para a paz

Que se instalou em nós…

 

(Do livro: COISAS DE MULHER de Sônia Moura)

 

 IMAGENS

 

 

 

 

 

 

 

Um comentário sobre “IMAGENS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *